Da roça para o copo

Você já ouviu falar no pacová? Pois essa raiz brasileira, da família do gengibre, é um dos ingredientes responsáveis pelo sabor diferenciado do Virga, o único gin 100% nacional. Esse pequeno exemplo de uso de um produto tipicamente brasileiro em um destilado de origem estrangeria mostra todo o potencial que o mercado local de destilados tem a explorar. As possibilidades aumentam ainda mais quando se leva em conta os destilados já tradicionais no Brasil.

 

Foi justamente esse um dos principais temas da palestra de Felipe Jannuzzi, um dos responsáveis pelo Virga, no evento Fábrica de Bebidas do Futuro, realizado pela revista Engarrafador Moderno e patrocinado pela Verallia. “Os destilados artesanais brasileiros têm um potencial enorme. De norte a sul do país é possível encontrar bebidas que usam ingredientes nacionais para dar um sabor diferenciado”, diz Felipe, que também assina o site Mapa da Cachaça, uma verdadeira incursão histórica pela mais conhecida bebida brasileira.

 

Entre alguns exemplos de ingredientes, ele cita a cataia, o chamado “uísque caiçara”, uma aguardente que usa a planta típica brasileira em sua composição. Na palestra, Felipe explicou como o Virga mostra que sair da rigidez das receitas originais das bebidas pode abrir um mar de possibilidades a ser desbravado. “Há toda uma riqueza de plantas, flores e raízes, isso sem contar as madeiras usadas no envelhecimento das bebidas, que podem ser utilizadas. Além disso, esses ingrediente podem representar uma vantagem em termos de acesso, preço e mesmo de sabor dos produtos”, explica.

 

Outro fator que Felipe chama a atenção é o sistema de produção. No evento da revista Engarrafador Moderna, ele abordou o fato de a cachaça ser um produto sazonal, algo que gera muito tempo ocioso nas destilarias. Para aproveitar os recursos parados, é possível destilar outras bebidas. O próprio Virga é produzido nessa entressafra. “Fomos os primeiros a fazer isso, mas outros produtores de cachaça estão começando a seguir o exemplo”, conta.

 

E como se sabe bem, bebidas diferenciadas pedem por embalagens diferenciadas. O próprio Virga usa uma garrafa da Selective Line, nossa linha Premium. Há, portanto, um enorme potencial em termos de mercado, tanto de bebidas quanto de embalagens, pronto para ser usado. Basta dar os primeiros passos.

 

Se quiser saber mais sobre a apresentação de Felipe Januzzi, clique aqui.

 

Conheça mais sobre o Viga e o Mapa da Cachaça nos links abaixo.

Virga.com.br 

Mapadacachaca.com.br