Cervejaria Cozalinda escolhe garrafa da Verallia para envasar novas safras

Cervejaria Cozalinda escolheu as garrafas Espumante 375 ml e Espumante 750 ml da Verallia para envasar a safra 2020 de suas cervejas, entre elas a Já Passou o Paulo Lopix? - Wild Espontânea, a Macacada - Wild Ale com Amora, a Amburana Neném - Fermentação Mista com semente de Amburana entre outras. Até o fim do ano, o rótulo mais antigo da cervejaria, a premiada cerveja Praia do Meio, também será envasada na Espumante da Verallia.

A Cozalinda conheceu o portfólio da Verallia por meio de colegas da indústria do vinho e da cerveja. “Selecionamos as garrafas da Verallia para envasar nossas cervejas exatamente pela qualidade das embalagens. Como trabalhamos com produtos que podem ter pressões comparáveis aos espumantes, precisamos de garrafas que aguentem a pressão e o tempo, já que todas nossas cervejas são de guarda. Sem falar que vendemos para locais muito distantes e enfrentam todo tipo de transporte, ou seja, precisa ser resistente. E a Verallia tem tradição e a confiança do ramo, foi o que levou a gente a comprar”, destaca Diego Simão Rzatki, sócio cofundador, cervejeiro e blender da Cozalinda.

Fermentações mistas, wild ales e espontâneas 

A Cozalinda trabalha basicamente com três famílias principais de cervejas: as fermentações mistas, as wild ales e as espontâneas. Todas são refermentadas em barris de carvalho francês, algumas com passagens em barril de madeira brasileiras, e sempre com micro-organismos selvagens brasileiros. Toda produção é sem controle de temperatura para que a temperatura da Grande Florianópolis seja a grande responsável pelas características sensoriais das bebidas. “Tudo isso é para expressar o terroir local, que é a nossa missão: produzir cervejas que traduzam nossa origem, o local onde vivemos. Queremos levar um pouquinho de Floripa para todo canto do Brasil e do mundo”, acrescenta o sócio cofundador, cervejeiro e blender.

A paixão por Florianópolis em forma de cerveja

A ideia de criar a Cervejaria Cozalinda nasceu em 2012 e, desde o início, a proposta era expor a cultura e os sabores locais de Florianópolis nas cervejas. Fundada pelos irmãos Diego e Vinícius em 2014, a Cozalinda nasceu para transmitir essa paixão pela sua terra, criando receitas de cervejas que fossem próprias para tomar em Floripa.

“Produzíamos em outra cervejaria de forma terceirizada. Em 2015, compramos nossos primeiros barris de madeira e, em 2017, decidimos que só iríamos produzir cervejas com micro-organismos selvagens. Em 2019, já com uma demanda muito grande, acolhemos mais um sócio, o Carlos, que veio para auxiliar na administração e toda logística de distribuição. Em 2020 estamos montando nossa própria fábrica e aumentando nossa produção ano a ano - mesmo que timidamente e apesar da COVID-19, já que se trata de um produto muito complexo e demorado para produzir”, explica Rzatki.

As cervejas da Cozalinda são comercializadas em todo o Brasil e podem ser compradas principalmente em empórios e bares de cerveja, além de e-commerces de cerveja. Acompanhe a Cervejaria Cozalinda no Instagram e no Facebook.