Dia de criação da verallia viabiliza ideias de clientes

Processo tem como objetivo desenvolver produtos únicos e com qualidade

O consumidor se depara, cada vez mais, com variações de opções de um mesmo produto. Para se diferenciar no mercado, é necessário inovar, buscar alternativas com originalidade e praticidade.  Garrafas  e  potes  de  vidro  estão  ganhando  novas  formas que  impactam  o consumidor nas prateleiras e oferecem uma alternativa criativa para os clientes. Pensando nisso, a Verallia – empresa fabricante de embalagens de vidro do Grupo Saint-Gobain – oferece aos seus clientes a oportunidade de participar do chamado Dia de Criação.

Neste Dia de Criação, o cliente, juntamente com os profissionais da Verallia, iniciam o desenvolvimento de uma nova embalagem de vidro para seu produto. Cada projeto novo é discutido, estudado e posto em prática durante este evento buscando atender às expectativas e necessidades do cliente, mostrando o produto sendo criado no mesmo momento. Participam deste processo as áreas de desenvolvimento, que realiza o contato com o cliente para entender a necessidade e intenção, além de intermediar todas as etapas e seus responsáveis; a área de projetos, que desenvolve os desenhos de produtos; área de produção e planejamento, que analisam a viabilidade de cada projeto; e finalmente o cliente, dando seu toque final ao produto.

O processo de criação segue, basicamente, etapas como: briefing, com as principais características informadas pelo cliente; concepção, em que se propõe um rascunho para uma melhor visualização da nova embalagem até chegar no desenho definitivo do produto; projeto do molde e produção. Elementos como design e rotulagem também fazem parte da analise para o desenvolvimento da nova embalagem.

Segundo Catarina Peres, Coordenadora de Marketing da Verallia, a empresa tem com essa proposta, o objetivo de traduzir a ideia do cliente de forma criativa e com design inovador. “Trabalhamos com equipamentos modernos e temos uma equipe altamente qualificada para

orientar sobre todas as possibilidades de criação e chegarmos a um consenso”, afirma.